Home‎ > ‎

23 DE ABRIL: DIA INTERNACIONAL DO LIVRO

    O Dia Internacional do Livro teve a sua origem na Catalunha, uma região da Espanha.
    A data começou a ser celebrada em 05 de abril de 1926, em comemoração ao nascimento de Miguel de Cervantes, escritor espanhol. O escritor e editor valenciano, estabelecido em Barcelona, Vicent Clavel Andrés, propôs este dia para a Câmara Oficial do Livro de Barcelona.
    Em 6 de fevereiro de 1926, o governo espanhol, presidido por Miguel Primo de Rivera, aceitou a data e o rei Alfonso XIII assinou o decreto real que instituiu a Festa do Livro Espanhol.
    No ano de 1930, a data comemorativa foi trasladada para 23 de abril, dia do falecimento de Cervantes.
    Mais tarde, em 1995, a UNESCO instituiu 23 de abril como o Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor, em virtude de a 23 de abril se assinalar o falecimento de outros escritores, como Josep Pla, escritor catalão, e William Shakespeare, dramaturgo inglês. 
Disponível:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Dia_Internacional_do_Livro

Tem mais:
Em 2001, a UNESCO nomeou Madrid como a Capital Mundial do Livro. Desde então, no dia 23 de abril, diferentes capitais do mundo têm o privilégio dessa honra, realizando, durante o ano inteiro, diferentes atividades culturais relacionadas a livros.
Disponível:
http://portal.ifrn.edu.br/antigos/macau2/noticias/comemoracao-do-dia-internacional-do-livro

O Dia Mundial do Livro e dos Direitos Autorais, 23 de abril, será celebrado, neste ano, pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) com atividades em várias partes do mundo, tendo a cidade de Port Harcourt, na Nigéria, como a Capital Mundial do Livro 2014.
Disponível em
http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/onu-unic-rio/2014/04/22/dia-mundial-do-livro-e-dos-direitos-autorais-e-comemorado-nesta-quarta-feira-23-de-abril.htm

Encanto escondido no livro
Lilian Zieger*

A folha se abre, 
Uma borboleta voa ao meu redor,
Palavras dançam em movimentos,
Fazendo belas piruetas.

São os sonhos escondidos,
Na história do escritor.

O livro se encanta,
Com a dança e os sonhos,
Com o perfume das ideias,
Que povoam corações.

São imagens escritas,
Pintadas com palavras.